Quarta-feira, 18 de Abril de 2012
Uma sociedade democrática

 



publicado por José Soares às 15:03
link do post | favorito

Sexta-feira, 19 de Agosto de 2011
As contas da Defesa

O que veio a público pela voz do ministro da Defesa sobre as contas do seu ministério, são devera preocupantes. Em causa estará a gestão do Governo anterior.

Augusto Santos Silva, anterior ministro da Defesa, mostrou-se disponível para esclarecer todas as dúvidas relativas à sua gestão no ministério de 2009 a 2011.

Haja alguém. Era bom que outros ex-governantes mostrassem a mesma disponibilidade, em especial Teixeira dos Santos e José Sócrates, para esclarecerem tudo o que à sua responsabilidade diga respeito. Saber toda a verdade é um direito em democracia.

 



publicado por José Soares às 16:18
link do post | favorito

Domingo, 14 de Agosto de 2011
Chega de tantos sacrifícios

Para mim é comum não concordar com as opiniões do Presidente da República. Ambos temos vivido bem com isso.

Mas há uma frase sua que eu concordo em absoluto: “Há limites para os sacrifícios”. Chega de carregar nos mesmos de sempre.

De 2010 para 2011, as 25 fortunas portuguesas aumentaram 17,8 por cento no conjunto e representam 10,1 por cento do PIB nacional. Américo Amorim aumentou os seus lucros em 18,22%, Alexandre Soares dos Santos 88,91 % e Belmiro de Azevedo 1,4%. São neste momento as três maiores fortunas portuguesas.

Para compor este breve apontamento, refiro a chefe de gabinete do ministro da Economia, Marta Neves, que tem um ordenado mensal de 5.831 euros. E depois vem o ministro dizer que todos temos que fazer um esforço e que a culpa de tudo é do Governo anterior.

Um dia isto vai ter que parar!

 



publicado por José Soares às 00:14
link do post | favorito

Quarta-feira, 10 de Agosto de 2011
Motorista ganhava 4 157 €

(Para ler clique na imagem)

 

A ser verdade, há sempre um “se”, estas notícias metem-me nojo. Mais ainda quando as criticamos e nos dizem que somos demagógicos e que o vencimento deste motorista não interfere com as contas do país. Mas a mim, ter sido roubado em 58% da minha aposentação, com 36,5 anos de serviço (o exigido era 36 anos) pelos governos de Durão Barroso/Ferreira Leite e José Sócrates/Teixeira da Silva, já resolveu os problemas das finanças nacionais.

Claro que isto é um assunto que não é nem nunca foi preocupação nacional. É sim, uma preocupação minha e da minha família directa, por exclusiva falta de palavra do próprio Estado que, caso tivesse meios para isso, poria em tribunal. Quando o Estado não se comporta como pessoa de bem, o que pode fazer um cidadão comum?

Liberdade, igualdade fraternidade. Onde é que eu já ouvi isto?

 

 



publicado por José Soares às 20:57
link do post | favorito

Segunda-feira, 25 de Abril de 2011
Zeca Afonso - "Grândola, Vila Morena"

 

 



publicado por José Soares às 00:01
link do post | favorito

Domingo, 24 de Abril de 2011
Paulo de Carvalho - "E depois do adeus"

 

 



publicado por José Soares às 22:16
link do post | favorito

Quinta-feira, 23 de Dezembro de 2010
Nove candidatos a Presidente da República

Antes mesmo de começar a campanha eleitoral para as presidenciais, as televisões começaram a promover, antes do tempo, debates entre os candidatos conhecidos, mesmo antes de formalizarem as respectivas candidaturas. Hoje já se realizou o sétimo, desta vez entre Cavaco Silva e Defensor de Moura.

Também hoje, o Tribunal Constitucional anunciou que recebeu nove candidaturas: Francisco Lopes, Defensor de Moura, Manuel Alegre, Cavaco Silva, Fernando Nobre, Luís Botelho Ribeiro, José Manuel Coelho, Diamantino Maurício da Silva e José Rodrigues Pedro.

Agora, o que vão fazer as televisões, para dar igual oportunidade a todos os candidatos?

A democracia não é isto! Pelo menos não é esta a democracia que defendo, onde todos são iguais, mas há uns mais iguais que outros.

 



publicado por José Soares às 21:55
link do post | favorito

Terça-feira, 29 de Junho de 2010
Portugal versus Coreia do Norte

 

O jogo de Portugal - Coreia do Norte, visto pela televisão coreana.

 

Ainda há quem tenha dúvidas sobre o regime norte coreano. Sem comentários.

 



publicado por José Soares às 18:22
link do post | favorito

Quinta-feira, 6 de Maio de 2010
Obrigada a prescindir

 

Veja o artigo de hoje no blogue:

 

http://josesoares.blogs.sapo.pt/

 



publicado por José Soares às 18:24
link do post | favorito

Segunda-feira, 26 de Abril de 2010
26 de Abril - Histórias deste dia

DESCRIÇÃO: Acidente nuclear de Chernobyl; libertação dos presos políticos de Caxias e Peniche; bombardeamento de Guernica. Nasceram Eugène Delacroix e Ludwig Wittgenstein. Morreu Mário de Sá Carneiro. Lady Gaga e "Poker face".

 



publicado por José Soares às 11:49
link do post | favorito

Domingo, 25 de Abril de 2010
VIVA O 25 DE ABRIL DE 1974
À medida que o tempo passa, parece que cada vez tem menos importância comemorar o 25 de Abril do já longínquo ano de 1974. Após 36 anos sobre tão significativo acontecimento, começa a perder-se na memória colectiva o seu verdadeiro objectivo. Quem se lembra bem, os mais velhos, vão desaparecendo; para os mais novos, é uma data como qualquer outra.
Não só por formação, mas também por vivência, é uma data que faço questão de recordar, não esquecendo todos aqueles que sofreram e morreram para que nós hoje possamos viver em Democracia, apesar das várias tentativas de alguns em enfraquecê-la.
Para melhor perceber quem sofreu os horrores dos ditadores, impus a mim próprio conhecer três locais: a Cadeia de Peniche, o Campo de Concentração do Tarrafal (Cabo Verde) e o Campo de Concentração de Auschwitz (Polónia). Talvez por esse conhecimento, discordo da criação dum museu a Salazar, mas concordo em absoluto que, sob a orientação e coordenação de historiadores e outros académicos, se venha a criar um museu que relembre ao País o que foi o "Estado Novo".
Como faço parte duma geração onde a liberdade não existia, a guerra colonial era imposta e íamos presos só por pensar diferente, também por isso, ainda continuo a dizer com orgulho:
 
  Viva o 25 de Abril!

 



publicado por José Soares às 00:00
link do post | favorito

Sábado, 24 de Abril de 2010
E Depois do Adeus
Paulo de Carvalho


publicado por José Soares às 14:10
link do post | favorito

Sexta-feira, 9 de Abril de 2010
Deputada Cidinha Campos volta a atacar corruptos


publicado por José Soares às 00:20
link do post | favorito

Quarta-feira, 7 de Abril de 2010
Cidinha Campos - Deputada brasileira (PDT)

Observem o silêncio que se fez enquanto a Deputada discursava!!!

 

Também em Portugal estamos a precisar de deputados(as) desta fibra, que digam algumas verdades com as palavras todas.



publicado por José Soares às 10:18
link do post | favorito

Domingo, 4 de Abril de 2010
Remunerações “obscenas” e aposentações vergonhosas

António José Seguro considera "obscenos" valores pagos ao presidente da EDP em 2009

 

O dirigente socialista António José Seguro considerou hoje "obscenos" os valores das remunerações referentes a 2009 pagas ao presidente executivo da EDP, António Mexia, que terão atingido 3,1 milhões de euros.

"Em fase de enormes dificuldades e de exigência de sacrifícios aos portugueses, é incompreensível como se atingem estes valores remuneratórios. É uma imoralidade!", refere o ex-ministro de António Guterres e ex-líder parlamentar do PS, numa nota colocada hoje no seu site antoniojoseseguro.com.

Em declarações à agência Lusa, António José Seguro reiterou esta posição e observou ainda que a EDP é a empresa mais endividada do mercado de capitais português com 14,007 mil milhões de euros (mais 117 milhões do que em 2008).

 

In: Lusa – 04-04-2010

 

Haja alguém que vá dizendo aquilo que é preciso ser dito. Ainda alguns querem que me cale quando digo que o Governo me tira, todos os meses, 53% da minha aposentação, após 36 anos de serviço efectivo. Como Técnico Superior da Administração Pública, fiquei com uma aposentação de cerca de 700 euros. O Estado é que devia ter vergonha de pagar-me o que paga. Nem que a vaca tussa. Cada vez a minha revolta é maior.

 



publicado por José Soares às 17:44
link do post | favorito

Quarta-feira, 24 de Março de 2010
Parlamento sueco dá exemplo de transparência
A casa preserva a tradição de liberdade absoluta de informação. Qualquer cidadão tem acesso aos gastos dos parlamentares, até seus extratos bancários estão disponíveis na internet.
 
 
Para chegarmos a esta democracia, ainda temos um grande caminho a percorrer.


publicado por José Soares às 10:30
link do post | favorito

Terça-feira, 16 de Março de 2010
Rui Pedro Soares recebeu prémio de 586 mil euros da PT

O antigo administrador da Portugal Telecom, Rui Pedro Soares, recebeu um prémio de gestão de 586.853 euros relativo ao seu trabalho como administrador no triénio de 2006/2008, de acordo com os dados divulgados pela empresa no seu relatório de contas de 2009.

Segundo o Diário Económico, o prémio apenas é pago no final de cada mandato, por imposição da PT. Ao todo, Henrique Granadeiro e Zeinal Bava receberam 1.019.271 euros cada um em prémios, enquanto Pacheco de Melo, António Caria e Rui Pedro Soares receberam 586 mil euros cada.

Recorde-se que Rui Pedro Soares renunciou ao cargo na PT no início de 2010, devido às polémicas em que estava envolvido sobre a compra da TVI pela PT e a alegada intervenção do governo no negócio.

 

In: Jornal “A Bola” – 16-03-2010

Por Redacção

  

Depois vem o ministro Teixeira dos Santos falar que temos todos (!?) que fazer um grande esforço. Por favor, não nos goze mais.



publicado por José Soares às 11:40
link do post | favorito

Quinta-feira, 18 de Fevereiro de 2010
Censura na Imprensa

 

Sobre tudo o que se tem dito e escrito, sobre a suposta censura a um artigo de Mário Crespo, baseado numa conversa ouvida num restaurante, lembrei-me de um caso que se passou comigo, simples cidadão anónimo, descendente de Gente ainda mais anónima.

Escrevi um post a 06/Maio/2009:

 

“OBSERVAÇÃO: Durante cerca de 25 anos foi "colaborador" convidado do Diário de Coimbra. Este artigo foi publicado hoje, 51 dias depois de ser recebido na redacção. Ao fim de 35 dias, e após ver colaboradores com 3 e 4 artigos já publicados, renunciei ao estatuto de "colaborador". Por isso, a partir de agora, e se não houver qualquer evolução, os meus artigos no Diário de Coimbra passarão a ser escritos no "Fala o Leitor". Por enquanto.

Sempre disse o que pensava e não é agora que o vou deixar de fazer. Felizmente tenho a possibilidade de ver os meus artigos publicados em outros jornais locais (Despertar, Campeão, Beiras e Centro) e também nacionais, como foi recentemente o caso no Diário de Notícias, Jornal de Notícias, Focus, Noticias Magazine, Sol e Expresso.”

 

Como simples cidadão anónimo, descendente de Gente ainda mais anónima, a situação ficou assim resolvida. Fosse eu outra pessoa e seguramente que a resolução deste caso teria seguramente outro desfecho. Não acredito que haja censura em Portugal, mas tenho a certeza que também os pequenos poderes, os mais perigosos numa sociedade, não gostam de ser censurados. Infelizmente, alguns jornalistas que tanto gostam de criticar ou outros, também não gostam de ser criticados.

Claro que houve alguma gente que soube deste meu episódio. Mas quem se iria meter, correndo o risco de também ser censurado? É fácil falar em valores e princípios democráticos, mas muito mais difícil é actuar em nome dos mesmos. Assobiar para o lado é quase um desporto nacional.

O que me aconteceu no Diário de Coimbra, jamais me aconteceria no Campeão das Províncias ou no Despertar. É a minha convicção.

Também a mim me tiraram uma divisão da minha casa, onde ía guardando os meus pensamentos e as minhas ideias sobre o que observo. Mas tenho sobrevivido, graças às outras divisões da casa, onde ninguém mexeu.



publicado por José Soares às 23:55
link do post | favorito

Domingo, 14 de Fevereiro de 2010
Castanheira Barros também é candidato à liderança do PSD

 

 Castanheira Barros
 
Alguma comunicação acha-se acima da lei. Boicota quem quer e como quer, sem que nada lhe possa ser apontado. Os cobardes encolhem-se, não vá algum cortar-lhes também o pio. Nada tenho a ver com o PSD, mas acho perfeitamente inadmissível o boicote que alguns órgãos da Comunicação Social fazem à candidatura de Castanheira Barros à liderança do PSD. Também ele está no terreno há muito tempo e a escassas 300 assinaturas, mas ninguém fala nele. Será por ser da província? Recuso este provincianismo da Capital. Será que Passos Coelho, Paulo Rangel e Aguiar Branco já têm as assinaturas necessárias?
Meu Caro Castanheira Barros. Sou socialista e, como tal, não tem o meu voto, mas tem a minha completa solidariedade, nem que seja provinciana.

 

Comentário recebido por Castanheira Barros:

 

Prezado José Soares:

 

Obrigado pela solidariedade que me manifestou no seu Blog Konversas face ao boicote de que está a ser alvo a minha candidatura à Presidência do PSD por parte da comunicação social de âmbito nacional ( não da comunicação social das Regiões Autónomas por onde já andei em campanha , nem da Região Centro ) facto que , evidentemente, incomoda qualquer democrata que se preze, como é certamente o seu caso a avaliar pela sua reacção, que muito louvo .

Se a razão de ser da censura de que sou objecto fosse « provincianismo da capital » ainda a coisa não era assim muito má . O problema é que esse boicote deve-se ao facto de eu ser um candidato incómodo por diversas razões :

1º- porque tenho as mãos limpas e por isso a comunicação social não vê em mim uma potencial fonte de escândalos que conduzem ao incremento das vendas  ;

2º- porque sou incómodo para o Primeiro-Ministro que tem sido levado ao colo por um segmento subserviente  da comunicação social ;

3º- porque não me deixo manipular pela comunicação social e por isso nunca serei uma marioneta nas mãos dos fazedores de notícias deste País que vivem na ilusão de que têm o poder de criar e destruir mitos a seu bel prazer ;

4º- porque não pertenço nem nunca virei a pertencer a qualquer sociedade secreta, sendo um não-alinhado que pensa pela sua própria cabeça, o que também incomoda muita gente . 

Acredito que hei-de conseguir romper com a barreira censória ainda existente e mesmo que não o consiga, resta-me a consolação de saber que vão ser os militantes do Partido e não os jornalistas a eleger o próximo Presidente do PSD.

Se desejar pode publicar este comentário, pois é meu timbre dizer sempre abertamente aquilo que penso.

Com a mais elevada consideração.

Castanheira Barros



publicado por José Soares às 19:21
link do post | favorito

Sexta-feira, 22 de Janeiro de 2010
Tenho vergonha de mim

Retrato da crise moral brasileira. Será que também se aplica a Portugal? Receio bem que sim.



publicado por José Soares às 11:00
link do post | favorito

Sábado, 2 de Janeiro de 2010
Madeira: Padre "desterrado"

 

Nada tenho a ver com a vida da Igreja na Madeira ou em qualquer outro lugar. Mas como cidadão português a viver em democracia, acho completamente inadmissível que haja pessoas que continuam a ser perseguidas por delito de opinião. A ser verdade, TODOS os órgãos de soberania deste país têm de actuar, dentro da sua esfera de competências. Começa a ser demais os exemplos de asfixia democrática no país, em especial na Região Autónoma da Madeira.



publicado por José Soares às 17:20
link do post | favorito

Sexta-feira, 27 de Novembro de 2009
Rude Golpe

 

A indignação trespassa as opiniões de muitos e muitos conimbricenses, que manifestam a sua estranheza e repúdio, pela atitude arrogante com que o Dr. Encarnação brindou em primeira mão o novo elenco do executivo municipal, com a proposta de proibir os jornalistas de assistirem a todas as reuniões do executivo municipal.

Infelizmente a mim não me surpreendeu, pois para quem conhece minimamente o politico Encarnação, só vem comprovar mais uma vez, que a máscara lhe caiu, como noutras ocasiões.

Acredito, que tenha apanhado alguns, incluindo Vereadores da maioria de surpresa, sem tempo de reacção, servindo-se da reunião do executivo municipal, como uma experiência.

Mas em política e vindo de quem vem, tudo tem um sentido, e no mínimo estar de reserva a propostas sem sentido e sem razão, obviamente tem que ser contrariadas. Assim o fiz questionando da razão de tal proposta, mas como sempre, respostas não há.

Não posso deixar de referir, que a proibição aos jornalistas de assistirem às reuniões do executivo municipal, para além de ser um acto de absoluta censura dos tempos de hoje, é um rude golpe na vida democrática de Coimbra.

São anos e anos de um acto de cultura democrática, praticado por vários Homens, que honraram a função de Presidente da Câmara Municipal, e de que Coimbra se podia orgulhar, pela saudável convivência democrática.

Desde os debates, às propostas, as posições de cada um, a opinião, a informação, o detalhe, o pormenor, tudo isso durante anos e anos, foi colocado de forma transparente, junto dos cidadãos de Coimbra, pela via da participação dos jornalistas nas reuniões da Câmara Municipal.

Não posso deixar de recordar entre muitos o jornalista João Bravo, que lá onde estiver, deverá ter tido vontade de pegar na sua caneta e escrever sobre esta posição de Encarnação, com a sua forma muito própria de transmitir a mensagem.

Lamentável, que a cultura democrática de Coimbra, seja adulterada pela vontade do actual Presidente da Câmara, que de forma tipo descartável, raciocina só em função dos seus pequenos interesses políticos. Até que precisou, participaram, agora que vai para o último mandato, descarta-os.

Por outro lado, se a posição que o Dr. Encarnação tomou, é procurar ocultar as posições dos Vereadores da oposição, e se calhar mesmo as de alguns da maioria, quanto aos da oposição está redondamente enganado, pelo menos por mim terá o mesmo posicionamento estejam ou não jornalistas, e algo me diz que naturalmente serei muito mais exigente.

Mas esta atitude, para além de mesquinha, coloca-me uma dúvida, que só o Senhor Presidente da Câmara a poderá tirar, o que duvido. O que será que virá por aí, que o Presidente da Câmara não quer que os jornalistas ouçam?

Lamentável, mais uma vez, é a palavra que utilizo para caracterizar a proposta do Dr. Encarnação, pois trata-se de rude golpe na vida democrática de Coimbra.

 

Carlos Cidade

 

Fonte: “Diário de Coimbra - 23-11-2009



publicado por José Soares às 14:27
link do post | favorito

Quarta-feira, 25 de Novembro de 2009
MANIFESTO ANTI-SILÊNCIO NA CÂMARA DE COIMBRA

Por imperativo de consciência, subscrevi o Manifesto Anti-Silêncio na Câmara de Coimbra.

Veja e assine a PETIÇÃO.



publicado por José Soares às 12:08
link do post | favorito

Sábado, 7 de Novembro de 2009
Futebol de Causas

 

   Tive ontem o prazer de assistir à abertura do Festival Internacional de Cinema - Mostralíngua 2009, onde foi feita a primeira apresentação pública em Coimbra, do filme FUTEBOL DE CAUSAS realizado por Ricardo Martins, no Teatro da Cerca de S. Bernardo (Pátio da Inquisição).

   “Futebol de Causas” de Ricardo Martins que dá-nos uma visão inédita da Briosa com base nas crises académicas e no papel desempenhado pelos jogadores de futebol da Académica na crise académica de 69. Os actores deste filme são os seus protagonistas históricos, dentro e fora de campo, destacando-se Alberto Martins, Presidente da Associação Académica de Coimbra em 1969, Celso Cruzeiro, dirigente associativo ou os jogadores Mário Wilson, José Belo ou os irmãos Mário e Vítor Campos. O filme estreou recentemente no Doclisboa 2009 onde foi recebido calorosamente.

   Como documentário, certamente que estará incompleto e muitas outras histórias se poderia ver e ouvir. Mas é, com toda a certeza, um excelente documentário que merece ser visto por todos aqueles se interessam pela Academia de Coimbra em 1969, pela Universidade e pela história do Estado Novo.

Parabéns ao realizador Ricardo Martins.

 

SINOPSE

O regime ditatorial vigente em Portugal, estendeu-se durante grande parte do século XX. Coimbra, como grande pólo universitário, viveu momentos de grande tensão e inconformismo, nos quais o seu movimento académico de grande mobilização e agitação, acabaram por desencadear e espoletar socialmente o espírito da necessidade colectiva de fazer cair o regime. Um dos principais meios de divulgação e propaganda dos estudantes e dos ideais revolucionários e reivindicativos académicos residiu na sua equipa de futebol, a Associação Académica de Coimbra, como forma de fazer chegar a mensagem e consciencializar o maior número de pessoas. A Académica transformou-se numa bandeira viva da luta estudantil e deu voz ao acordar de um pouvo, sendo o seu ‘toque a reunir’. Foi de resto com o luto académico, em plena ‘crise de 69’, que se viveu o ponto mais alto da posição de força estudantil com a presença da Académica na final da Taça de Portugal, na qual os jogadores, também eles estudantes e parte activa na militância da causa estudantil, aderiram ao projecto, tornando aquela final no Estádio Nacional no maior comício de sempre contra o regime. Este documentário pretende mostrar o movimento estudantil e crises académicas pelo ponto de vista dos jogadores da Académica e a forma como estes contribuíram e se envolveram na luta enquanto estudantes e Homens. As figuras centrais do documentário serão concomitantemente os dirigentes estudantis e os jogadores da década de 60, directamente envolvidos no processo.


Documentário - 70 min – 2009


Escrito e Realizado por Ricardo Antunes Martins

Produzido por António Ferreira e Tathiani Sacilotto

Direcção de Fotografia Lee Fuzeta

Música Original Luís Pedro Madeira

Produção Executiva António Ferreira

Chefe de produção Inês Prazeres

Montagem Lee Fuzeta

Supervisor de Pós-Produção Rodrigo Lacerda

Director de Som Simão Lopes

Misturas Audio Toni Lourenço / Gil Figueiredo

Pós-Produção Audio LoudStudio

Pós-Produção vídeo Sofa Filmes

Em co-produção com RTP – Rádio e Televisão Portuguesa

Com o apoio financeiro do FICA – Fundo de Investimento para o Cinema e Audiovisual

uma produção ZED FILMES - CURTAS E LONGAS - Portugal 2009

 

 

 

Ricardo Antunes Martins nasceu e vive em Coimbra desde 4 de Abril de 1982. O seu percurso académico conta com a frequência de 4 anos da Faculdade de Direito e é agora finalista do curso de Jornalismo. Futebol de Causas é o seu primeiro Filme/documentário.



publicado por José Soares às 19:05
link do post | favorito

Terça-feira, 20 de Outubro de 2009
Mário David versus José Saramago

 

O eurodeputado do PSD, Mário David exortou José Saramago a renunciar à cidadania portuguesa, esta terça-feira, por se sentir «envergonhado» com as recentes declarações do Nobel da Literatura.

 

Comentário: Temos o direito de não gostar do homem, mas o que é que a sua liberdade de opinião sobre a religião (que já é muito antiga) tem a ver com a sua nacionalidade?

 



publicado por José Soares às 21:47
link do post | favorito

Quinta-feira, 8 de Outubro de 2009
Democracia na Madeira

 

Perante isto, o que dizem e vão fazer as entidades máximas da República? Esperar por Dezembro para comer bolo-rei?



publicado por José Soares às 22:15
link do post | favorito

Segunda-feira, 7 de Setembro de 2009
Censura na informação

   A questão da suspensão do Jornal Nacional de 6ª Feira na TVI, veio trazer novamente à ribalta a questão da liberdade de imprensa, ou falta dela.

   Para mim, e não me referindo a este caso em particular, que tem contornos além fronteiras, é evidente que há censura na informação em Portugal, há muitos anos. Antes do 25 de Abril havia uma; depois, mais discreta e profissional, passou a haver outra. Ninguém gosta de ser criticado e são poucos os que têm poder de encaixe face à crítica.

   A questão é mais profunda. A censura existe e começa na imprensa regional. Os pequenos poderes são por vezes mais preocupantes e mais subtis, mais discretos. Há décadas que colaboro num diário em Coimbra. Quando foi publicado o meu último artigo nesse jornal? Porque razão deixei de ser colaborador? Teria sido censurado pelos pequenos poderes? E aqueles que souberam e nada disseram!? Deixaram de defender a liberdade de opinião para não perderem os seus próprios espaços de opinião? Defende-se a nível nacional e ignora-se o que se passa à nossa porta. Não há pachorra para tanta hipocrisia. 

   Cada vez leio com mais interesse as cartas dos leitores. Essas sim, genuínas, e que mostram a real opinião de quem as escreve. 

   A vida é difícil e as pessoas com voz própria são incómodas em democracia, ou melhor, para alguns democratas de pacotilha. Não aprecio o estilo Manuela Moura Guedes nem o seu jornal, mas recuso-me a aceitar o seu encerramento da forma como foi anunciado.

 



publicado por José Soares às 20:02
link do post | favorito

Domingo, 24 de Maio de 2009
Isto é Democracia

 

A convite das Comissões Políticas Distrital de Lisboa e Concelhia de Cascais do Partido Social Democrata (PSD), Mário Soares, ex-Secretário-Geral do PS e ex-presidente da República, vai participar hoje no “Curso de Formação de Autarcas 2009”.
Com esta atitude, Mário Soares mostra, mais uma vez, o que é ser democrata.


publicado por José Soares às 14:26
link do post | favorito

Sexta-feira, 12 de Janeiro de 2007
Veja as diferenças

“No dia 11 de Janeiro de 1973, os funcionários que participaram na vigília da Capela do Rato, em Lisboa, contra a guerra colonial, são expulsos da Função Pública, por decisão do Governo da ditadura”. In efemérides.

A liberdade de hoje, está mais próxima de 1973 do que de 1974.



publicado por José Soares às 14:07
link do post | favorito

José Soares
pesquisar
 
Março 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


posts recentes

Uma sociedade democrática

As contas da Defesa

Chega de tantos sacrifíci...

Motorista ganhava 4 157 €

Zeca Afonso - "Grândola, ...

Paulo de Carvalho - "E de...

Nove candidatos a Preside...

Portugal versus Coreia do...

Obrigada a prescindir

26 de Abril - Histórias d...

VIVA O 25 DE ABRIL DE 197...

E Depois do Adeus

Deputada Cidinha Campos v...

Cidinha Campos - Deputada...

Remunerações “obscenas” e...

Parlamento sueco dá exemp...

Rui Pedro Soares recebeu ...

Censura na Imprensa

Castanheira Barros também...

Tenho vergonha de mim

Madeira: Padre "desterrad...

Rude Golpe

MANIFESTO ANTI-SILÊNCIO N...

Futebol de Causas

Mário David versus José S...

Democracia na Madeira

Censura na informação

Isto é Democracia

Veja as diferenças

arquivos

Março 2015

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Setembro 2008

Março 2008

Janeiro 2008

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

tags

todas as tags

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds